Bolsonaro adota tom religioso e diz que ‘domou inflação’ em lançamento de campanha de Tarcísio

Bolsonaro também voltou a criticar a chamada “ideologia de gênero” e mencionou o “Foro de São Paulo”, uma entidade fantasiosa que reuniria países da América do Sul com vocação para o comunismo de Estado

Valor Economico

2022-08-18 19:42:23

COMPARTILHE:

Em discurso realizado durante o lançamento da campanha a governador do candidato bolsonarista Tarcísio de Freitas (Republicanos), o presidente e candidato à reeleição, Jair Bolsonaro (PL), disse que seu governo “domou a inflação”. O presidente adotou tom religioso e evocou, mais uma vez, a narrativa de “bem contra o mal”, aludindo ao PT. O candidato petista, Luiz Inácio Lula da Silva, lidera as pesquisas de intenção de voto e é o principal adversário do atual chefe do Executivo — que aparece como segundo colocado nos levantamentos.

Discursando para uma plateia de apoiadores bolsonaristas, que preencheram pouco mais da metade do total de 5 mil lugares nas arquibancadas da Arena Farmaconde, em São José dos Campos, Bolsonaro pediu votos para Tarcísio e o ex-ministro e candidato a senador Marcos Pontes (PL), e elencou medidas econômicas de seu governo.

Leia mais:

“Conseguimos baixar os preços dos combustíveis com ajuda da Câmara e do Senado”, disse. “Domamos a inflação”, afirmou, sob aplausos de apoiadores vestidos de verde e amarelo e cuja boa parte empunhava ou se enrolava em bandeiras do Brasil.

“Hoje em dia é uma luta do bem contra o mal”, disse. “Sabemos as cores do bem, verde e amarela; a cor do mal, vermelha. Sabemos o que está em jogo”, completou.

Bolsonaro também voltou a criticar a chamada “ideologia de gênero” e mencionou o “Foro de São Paulo” — entidade fantasiosa que reuniria países da América do Sul com vocação para o comunismo de Estado.

“A base da sociedade é a família. Uma família ajustada é benéfica para a sociedade e país como um todo”, disse. “Somos contra o que nos querem impor, como a ideologia de gênero”.

Bolsonaro também voltou a rechaçar a liberação das drogas e disse que os alunos das escolas não podem ser “doutrinados”.

“Essa garotada é instruída na escola, mas educada em casa. Escola não é lugar de doutrinação, é de aprendizado”, afirmou.

Na abertura do evento de lançamento da campanha de Tarcísio, um locutor de rodeio usando chapéu de boiadeiro fez uma pregação religiosa. O ambiente lembrou o de uma igreja evangélica, com louvores a Deus e à realização de milagres. Em seguida foi executado o hino nacional.

O vice de Tarcísio, Felício Ramuth (PSD), ex-prefeito de São José dos Campos, deu início ao evento. Em seguida falou Tarcísio, que elogiou o governo Bolsonaro. Marcos Pontes também discursou brevemente e Bolsonaro foi o último a falar. Também estavam no palco a deputada federal Carla Zambelli (PL-SP) e o ex-presidente da Fundação Palmares Sérgio Camargo.

— Foto: Cristiano Mariz/O Globo

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar