Padrinho é preso em flagrante por estupro de afilhada de 13 anos

A polícia encontrou uma arma de fogo e munição que estavam com o o homem. Segundo a investigação, ele se aproveitava do vínculo familiar e de momento que a vítima estava sozinha em casa para cometer o crime

Correio Brasiliense

2022-09-23 14:03:05

COMPARTILHE:

Um homem foi preso em flagrante por suspeita de estuprar a afilhada de 13 anos, em Sobradinho. Na prisão, a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) encontrou com o autor uma arma de fogo e munição. O caso é investigado pela 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2). 

Através do Conselho Tutelar da Fercal, a delegacia foi informada que uma garota de 13 anos teria sido vítima de estupro praticado pelo próprio padrinho. O homem é casado com uma tia da vítima.

O autor aproveitou o vínculo familiar e o acesso que tinha à residência da garota para praticar as relações sexuais com a vítima. Para cometer o crime, o padrinho usava de violência contra a afilhada.

A vítima procurou pessoas de confiança para contar o que havia acontecido com ela. De acordo com o delegado-chefe da 35ª DP, Laércio Carvalho, os atos foram praticados pelo agressor quando a menina estava sozinha em casa.

“Após cometer a violência sexual contra a menor, o autor fora para o trabalho como se nada tivesse ocorrido”, destacou o delegado-chefe. Em entrevista aos investigadores, a mãe da garota declarou que, por pouco, não foi vítima do agressor, que tentou violentá-la dias antes.

A garota passou por exames no Instituto de Medicina Legal (IML). Durante os procedimentos, foram detectados vestígios de violência sexual. Na prisão em flagrante, foi encontrada uma arma de fogo tipo carabina calibre 44 e munição na posse do autor.

O padrinho responderá por estupro de vulnerável e, se condenado, poderá pegar até 15 anos de reclusão.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar