Sem provas, jornalista acusa Bolsonaro de ter realizado um ótimo governo

Ricardo Kertzman, este que vos escreve, é colunista do Estado de Minas digital e Portal UAI, do Grupo Diários Associados, um dos maiores conglomerados de mídia do País, comentarista da Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, a maior de Minas Gerais e diversas vezes líder de audiência (proporcional) em todo o Brasil, e também colunista da […]

Isto é

2022-11-24 14:25:16

COMPARTILHE:

Ricardo Kertzman é blogueiro, colunista e contestador por natureza. Reza a lenda que, ao nascer, antes mesmo de chorar, reclamou do hospital, brigou com o obstetra e discutiu com a mãe. Seu temperamento impulsivo só não é maior que seu imenso bom coração.

Ricardo Kertzman

24/11/2022 - 11:07

Ricardo Kertzman, este que vos escreve, é colunista do Estado de Minas digital e Portal UAI, do Grupo Diários Associados, um dos maiores conglomerados de mídia do País, comentarista da Rádio Itatiaia, de Belo Horizonte, a maior de Minas Gerais e diversas vezes líder de audiência (proporcional) em todo o Brasil, e também colunista da revista impressa e do site da IstoÉ, outros dos mais conceituados e tradicionais veículos de informação brasileiros. Nada mal para um pequeno empresário, não formado em jornalismo e que se apresenta como mero observador da cena cotidiana e palpiteiro profissional.

Pois bem. Sem provas ou mínimas evidências, Kertzman afirma, sem corar a face, que Jair Bolsonaro, a quem chama de verdugo do Planalto, é um ótimo presidente e realizou um brilhante governo nestes quatro anos. E mais: diz que graças ao bom trabalho do amigão do Queiroz, quase não houve mortes por covid-19 no Brasil, já que, desde o início, houve fartura de vacinas e maciças campanhas de informação e conscientização da população sobre medidas sanitárias. Mais ainda: que graças ao belíssimo trabalho de Paulo Guedes, o ex-Posto Ipiranga, hoje o País encontra-se em perfeito equilíbrio fiscal.

Não satisfeito, jura de pés de juntos que a Polícia Federal não deixou de emitir passaportes por falta de recursos, que a Polícia Rodoviária Federal está conseguindo realizar normalmente a manutenção das viaturas, que não houve corte total no orçamento destinado aos caminhões-pipas que abastecem as regiões secas do Nordeste, que as tabelas do SUS e da merenda escolar nunca estiveram com valores tão altos, que não há fome nem insegurança alimentar no País, que o orçamento do ano que vem está preciso e perfeito, e que este governo liberal não estourou o teto de gastos em quase 800 bilhões de reais.

Obviamente, Kertzman não apresentou provas, mas garante que tudo isso encontra-se noticiado e comprovado nos grupos de WhatsApp, já que a Globolixo não mostra a verdade. Além do mais, garante que não há corrupção no governo do patriarca do clã das rachadinhas e das mansões milionárias, compradas com panetones de chocolate e dinheiro vivo, e que os escândalos do ex-ministro pastor preso, da Codevasf, da Covaxin, dos Sigilos de 100 anos, do Cartão Corporativo e do Orçamento Secreto não passam de fake news das esquerdas, e que nunca, jamais, em tempo algum, Bolsonaro falou mal do Centrão.

O empresário-jornalista-palpiteiro garante que houve fraude nas eleições, e que as provas serão entregues pelos ETs em Varginha, Minas Gerais, agora que o “ufódromo” foi inaugurado, e que Olavo de Carvalho, em pessoa, provará que o TCU, a OAB, a OEA, as Forças Armadas e os órgãos fiscalizadores, que certificaram a legalidade das eleições, estão mentindo para os patriotas da CBF, pois dominados por demônios e reencarnações de Marx, Mao, Gramsci, Fidel e outros monstros comunistas. Por fim, Kertzman garantiu que em 72 horas, o artigo 142 da Constituição será executado ao som do hino integralista.

Copyright © 2021 - Editora Três Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar