Imprensa alemã exalta estreia do Brasil na Copa

Atuação do "mago" e "acrobático" Richarlison e dos demais "artistas da bola" da seleção brasileira foi amplamente elogiada. Destaque também para a contusão de Neymar.Na cobertura da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar nesta quinta-feira (23/11) pelos veículos de imprensa da Alemanha, foi utilizada diversas vezes a mesma expressão para descrever […]

Isto é

2022-11-25 02:35:26

COMPARTILHE:

Deutsche Wellei Deutsche Welle - https://istoe.com.br/autor/deutsche-welle/

24/11/2022 - 22:19

Atuação do 'mago' e 'acrobático' Richarlison e dos demais 'artistas da bola' da seleção brasileira foi amplamente elogiada. Destaque também para a contusão de Neymar.Na cobertura da estreia da seleção brasileira na Copa do Mundo do Catar nesta quinta-feira (23/11) pelos veículos de imprensa da Alemanha, foi utilizada diversas vezes a mesma expressão para descrever o segundo gol brasileiro marcado por Richarlison: Traumtor, ou seja, um gol dos sonhos, um golaço. A contusão e o choro de Neymar também foram destaque.

Bild.de

Brasil bate a Sérvia por 2 a 0 graças à dobradinha de Richarlison, estrela do Tottenham. Os pentacampeões do mundo, porém, passam a se preocupar com o superstar Neymar.

No primeiro tempo, o Brasil quebrou a cabeça com a defesa compacta da Sérvia. Após o intervalo, a equipe recordista de títulos mundiais começou lentamente a se esquentar. Um golpe de gênio de Neymar garantiu o gol de abertura.

A estrela do PSG sai driblando e passa para Vinícius Jr. Milinkovic-Savica ainda consegue bloquear o seu chute, mas Richarlison pega o rebote. Mas, o destaque ainda estava por vir, novamente com Richarlison. Primeiro o atacante do Tottenham levanta a bola, e então, de lado, acerta de voleio as redes. Que golaço!

Mas, pouco antes do final, um choque. Neymar tem de ser substituído no 79º minuto após sofrer uma falta de Pavlovic. Ele torceu o pé direito, derramando lágrimas no banco de reservas e cobrindo a cabeça com a camisa. Auxiliares colocavam gelo, o que não parecia nada bom.

Menos de uma hora depois do final do jogo, o médico do Brasil, Rodrigo Lasmar, anunciou o diagnóstico: torção do tornozelo esquerdo.

Sport1.de

O Brasil encantou os espectadores da Copa. Acima de tudo, o atacante do Tottenham Richarlison. Na vitória de 2 a 0 sobre a Sérvia, o jovem de 25 anos marcou de maneira acrobática. Depois de um cruzamento de Vinicius Jr., Richarlison levantou a bola com maestria no primeiro contato e marcou com um chute lateral para fazer 2 a 0.

Com a motivação dada pelo seu maior ícone no futebol, os recordistas de títulos mundiais abriram de maneira brilhante a temporada de caça pelo sexto título da Copa do Mundo.

'Tragam o troféu pra casa', disse Pelé em postagens nas redes sociais no dia do jogo. Graças a Richarlison, a seleção conquistou sua 17ª vitória em sua 22ª partida de estreia em Copas do Mundo.

Revista Kicker

Richarlison, e não o superstar Neymar, estiveram em foco na primeira vitória brasileira na Copa do Mundo do Catar. Há poucas semanas, não havia previsão de que ele sequer estaria no jogo.

'Há quatro semanas eu estava chorando no gramado com dores e com medo de não conseguir vir até aqui', disse Richarlison após o bem suscedido início de Copa do Mundo.

Em 15 de outubro, o atacante do Tottenham pôs a mão sobre a panturrilha esquerda, foi ao chão e não conseguiu voltar ao jogo. O jovem de 25 anos temia por sua participação na Copa, mas se recuperou e ganhou a confiança do técnico Tite.

'Valeu a pena aguentar. Agora eu estou na Copa do Mundo e marquei gols. Foi tudo bem', disse o atacante. 'Quando criança no Brasil, você sonha em vir a esse lugar e marcar um gol assim', disse, orgulhoso.

Die Welt

O Brasil honrou seu papel como favorito e venceu merecidamente a Sérvia. No ataque, não foi Neymar quem brilhou, mas o 'mago' Richarlison, com uma dobradinha. Seu segundo gol foi um golaço e será exibido em todas as retrospectivas da Copa.

Os artistas da bola do Brasil iniciaram sua busca pela sexta Copa do Mundo com trabalho duro e um gol mágico, com uma performance de gala de Richarlison.

A escalação já demonstrava o poder ofensivo dos brasileiros. Neymar, Vinicius Júnior, Raphinha, Richarlison e Lucas Paquetá, cinco jogadores essenciais, claramente voltados para o ataque, estavam entre os 11.

Mas, se algo deu certo, não foi por suas categorias individuais, mas pelo conjunto. De outra forma, a defesa compacta dos sérvios mal poderia ser superada. A Sérvia se limitou ao que é particularmente boa em fazer: ser desagradável.

Süddeutsche Zeitung

Os recordistas de títulos mundiais do Brasil e Neymar iniciaram com sucesso a Copa do Catar. A equipe pentacampeã e uma das favoritas ganhou merecidamente de 2 a 0, graças a dois gols de Richarlison.

Os ofensivos brasileiros foram superiores no primeiro tempo, mas não conseguiram abrir vantagem com as poucas chances que tiveram. Após a pausa, o técnico Tite aumentou a claramente a pressão de modo significativo, em uma partida bastante animada.

Alex Sandro atingiu a trave antes de Richarlison marcar duas vezes. Casemiro colocou a bola no travessão.

Os sérvios, que três vezes fracassaram em fases de grupo em Copas do Mundo desde a virada do milênio, jogaram com sua força defensiva por um longo tempo. Seu ataque, com a ausência do machucado Filip Kostic, não conseguiu ter força de penetração.

rc (ots)

Copyright © 2021 - Editora Três Todos os direitos reservados.

Nota de esclarecimento A Três Comércio de Publicaçõs Ltda. (EDITORA TRÊS) vem informar aos seus consumidores que não realiza cobranças por telefone e que também não oferece cancelamento do contrato de assinatura de revistas mediante o pagamento de qualquer valor. Tampouco autoriza terceiros a fazê-lo. A Editora Três é vítima e não se responsabiliza por tais mensagens e cobranças, informando aos seus clientes que todas as medidas cabíveis foram tomadas, inclusive criminais, para apuração das responsabilidades.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar