STF deve julgar orçamento secreto, mas outros casos sensíveis ao Planalto ficarão para 2023

Na reta final do governo Bolsonaro, processos que envolvem temas como aborto tendem a ficar para depois

CartaCapital

2022-11-25 10:25:08

COMPARTILHE:

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar