Seleção de Gales diz que Fifa autorizou torcida a usar itens com arco-íris em jogo contra o Irã

A Associação de Futebol do País de Gales disse na terça-feira (22) que entraria em contato com a Fifa após seus funcionários e torcedores precisarem remover e descartar os chapéus com arco-íris antes de entrar no estádio para o jogo contra os EUA.

G1

2022-11-25 11:35:05

COMPARTILHE:

1 de 1 Foto sem data divulgada pela Associação de Futebol do País de Gales em pronunciamento sobre funcionários e torcedores proibidos de usar itens com arco-íris em jogo contra os EUA — Foto: Reprodução/FAW Foto sem data divulgada pela Associação de Futebol do País de Gales em pronunciamento sobre funcionários e torcedores proibidos de usar itens com arco-íris em jogo contra os EUA — Foto: Reprodução/FAW A Associação de Futebol do País de Gales (FAW) disse, nesta quinta-feira (24), que a Fifa autorizou que torcedores usem itens como chapéus e bandeiras com arco-íris durante o jogo do País de Gales contra o Irã. Os chapéus representam 'Rainbow Wall', o grupo de torcedores do País de Gales que são membros da comunidade LGBTQIA+. Os chapéus foram criados em parceria com a própria FAW. Compartilhe no WhatsApp Compartilhe no Telegram Copa 2022: Entenda polêmica sobre a braçadeira LGBTQIA+ ‘One Love’ window.PLAYER_AB_ENV = 'prod' A FAW disse na terça-feira (22) que entraria em contato com a Fifa após seus funcionários e torcedores precisarem remover e descartar os chapéus com arco-íris antes de entrar no estádio para o jogo de estreia contra os Estados Unidos na segunda-feira (21). O jogo terminou empatado em 1x1. As relações entre pessoas do mesmo sexo são ilegais no Catar. 'Direitos humanos não são relevantes para o negócio': o histórico da FIFA com governos autoritários'1º gay assumido do Catar' abandonou o país e hoje luta por direitos: 'Só quero viver em segurança' 'Em resposta à FAW, a FIFA confirmou que os torcedores com chapéus de balde e bandeiras de arco-íris terão permissão para entrar no estádio para a partida de @Cymru contra o Irã na sexta-feira', disse a FAW em seu perfil oficial no Twitter. 'Todos os locais da Copa do Mundo foram contatados e instruídos a seguir as regras e regulamentos acordados.' Antes, sete seleções europeias que disputam a copa desistiram dos planos de seus respectivos capitães usarem braçadeiras multicoloridas 'OneLove'. O objetivo era demonstrar apoio à diversidade e inclusão depois que a Fifa ameaçou emitir cartões amarelos a qualquer jogador que as usasse. Após Fifa proibir braçadeiras, governo alemão apoia direito de expressão dos jogadores de futebolMeia holandês Klaassen elogia protesto dos alemães na Copa e diz que Holanda pode planejar algo parecido Um jornalista norte-americano disse que foi brevemente detido quando tentou entrar em um estádio vestindo uma camisa com arco-íris. O País de Gales está disputando sua primeira Copa do Mundo em 64 anos.

COMPARTILHE:

COMENTÁRIOS

PUBLIQUE UM COMENTÁRIO

Enviar